5 de abr de 2012

Sandra Annenberg - Linha do Tempo

Dona de um dos bordões mais comentados em 2011, Sandra Annenberg é hoje uma das jornalistas mais respeitadas da televisão brasileira. Com um público fiel, Sandra dá um toque especial nas tardes dos telespectadores enquanto trabalha como âncora no “Jornal Hoje”. Mas o que poucos sabem é que a jornalista já foi atriz, apareceu só de toalha nas telinhas e até fez comerciais. Quer ver? A gente mostra!


Em 5 de junho de 1968, o mundo via pela primeira vez o sorriso e, com certeza, o choro de Sandra Annenberg. Nascida em São Paulo, filha do engenheiro eletrônico Alexandre Annenberg Neto e da produtora de TV e teatro Débora Takser, Sandra cresceu e já se enfiou no mundo da comunicação social. A morena se formou em jornalismo nas Faculdades Integradas Alcântara Machado (FIAM), mas não foi o primeiro caminho que seguiu. Fascinada pela televisão desde criança, Sandra participou de diversas peças publicitárias e programas. Sua estreia na TV Globo foi atuando em episódios do seriado “Tarcísio & Glória”, na década de 80. Ao lado de Glória Menezes, Sandra interpretava a personagem que despertou sua vontade de ser atriz. Logo após terminar a sequência global ela foi cursar um período na Escola de Arte Dramática da USP.


Na década de 80, Sandra também atuou em “Bronco”, série de comédia produzida pela Rede Bandeirantes. Olha aí, ainda no programa “Bronco”, com um visual todo despojado e um baita batom vermelho na boca! Na época, quem adivinharia que depois de uns anos ela seria esta profissional que é hoje, hein? Êpa! A morena ficou até de toalha na frente das câmeras. Enquanto atuava no seriado “Bronco” teve a oportunidade de contracenar com Ronald Golias, Renata Fronzi e Nair Bello. Com certeza aprendeu bastante!
Em 1990, Sandra Annenberg deixou a TV Globo e transferiu-se para o SBT, onde participou do elenco da novela “Cortina de Vidro”. A novela do SBT foi seu último trabalho para a televisão como atriz! Vale lembrar que antes de abandonar as telinhas de vez, Sandra fez um comercial para a rede de fast-food Mc Donald’s.
Depois, encerrando sua carreira de atriz, Sandra fez um teste para a TV Globo e estreou na década de 90 como garota do tempo no 'Jornal Nacional'.


E daí em diante foi só felicidade! Sandra parece que encontrou seu lugarzinho no mundo e tem se saído extraordinariamente bem. Em 1994 ela se casou com o repórter Ernesto Paglia.
Em 1998 passou a apresentar o “Jornal Hoje” ao lado de Carlos Nascimento, nos novos estúdios da Rede Globo.


Em 2003 teve sua primeira e até hoje única filhota, Elisa. Fofa, não?
Já participou de várias edições do programa “Criança Esperança”. Inclusive nos últimos três anos fez participação com comentários sobre as atualizações das doações recebidas.
Em 2011 fez o especial de 10 anos dos atentados de 11 de Setembro para o “Jornal Hoje”.
Fazendo uma retrospectiva de Sandra no telejornal global, podemos lembrar de uma das vezes que ela chorou ao vivo, emocionada com o 'Massacre de Realengo', que aconteceu no Rio de Janeiro, em 2011. E principalmente quando soltou seu bordão mais famoso: “Que deselegante!”, após a interrupção na cobertura da jornalista Monalisa Perrone, que falava sobre a hospitalização do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


Após o 'deselegante' acontecido, Sandra ganhou uma camiseta de presente de Natal da sua irmã. A foto foi postada até no Facebook do telejornal. E hoje em dia segue como âncora no programa “Jornal Hoje”, cheio de fãs e telespectadores fiéis, fazendo o que sabe fazer de melhor: noticiar os principais acontecimentos do dia, com seu jeitinho agradável e profissional. Que a carreira de Sandrinha possa continuar o mais elegante possível!

Fonte: MSN Entretenimento 


Nenhum comentário:

Postar um comentário